Portal BEI

Todos querem um lugar ao sol em Miami (de milionários a marcas de luxo) – NeoFeed

Fonte: Matheus Doliveira

De glamourosa nos anos 1940, período em que se ergueram boa parte dos prédios art déco tão característicos da orla de South Beach, à brega e decadente, quando virou destino preferido de emergentes, Miami hoje está mais cool do que nunca.

Com sofisticados hotéis e novos empreendimentos imobiliários de grife, uma oferta de restaurantes capaz de agradar ao gourmet mais exigente, e uma vida cultural cada vez mais pujante, a cidade do sul da Flórida nunca foi tão disputada.

Todos querem um lugar ao sol, e de preferência, com vista para o mar. Do jogador de futebol argentino Lionel Messi ao tenista sérvio Novak Djokovic, da atriz americana Uma Thurman ao cantor sertanejo Gusttavo Lima, milionários de toda a sorte e de todos os cantos do mundo, estão à procura de imóveis na região – seja para morar, passar férias ou apenas investir.

A efervescência do mercado imobiliário de Miami se deve em grande parte aos brasileiros. Nossos conterrâneos gastaram, em 2023, US$ 1,5 bilhão, em imóveis, segundo dados da Miami Realtors, vinculada à Associação de Corretores de Imóveis da cidade. O valor é o triplo do ano anterior, quando eles desembolsaram US$ 486 milhões.

Por trás de boa parte destas negociações está o trio de corretores formado pelos brasileiros Kadu Parga e Igaro Gonçalves e o italiano Carlo Dipasquale. Juntos, eles movimentaram US$ 29 milhões em transações imobiliárias para brasileiros, apenas em 2023.

“Os ricos que costumavam visitar Miami nas férias agora estão interessados em comprar imóveis”, conta Gonçalves, corretor em Miami há oito anos, em entrevista ao NeoFeed. “O perfil do cliente brasileiro é bem amplo. Contempla celebridades, executivos e empresários.”

Gusttavo Lima, por exemplo, é cliente deles – o que não significa que no portifólio do trio só entrem brasileiros. Eles  venderam três propriedades para Djokovic e um apartamento para Uma Thurman.

No The Residences at 1428 Brickell, os apartamentos de dois a quatro quartos custam a partir de US$ 2,415 milhões (Foto: Divulgação)

Dentre os empreendimentos negociados atualmente está o The Residences at 1428 Brickell: um ultraluxuoso edifício de 70 andares, cujos apartamentos de dois a quatro quartos custam a partir de US$ 2,415 milhões.

Elevador para carro e serviço de hotel 5 estrelas

A vibração do mercado imobiliário de Miami, porém, se faz também com a chegada à cidade de marcas de luxo de outros segmentos. Dolce & Gabbana, Missoni, Armani, Baccarat, Fendi, Aston Martin e St. Regis, entre outras, estão aproveitando o frisson dos imóveis caros de Miami para estrear no mercado imobiliário.

Prevista para terminar em 2026, com 61 andares, a primeira torre residencial da montadora britânica de luxo Bentley Motors terá um elevador para levar os carros dos proprietários dentro dos apartamentos. Sim, carros no plural, porque cada unidade tem garagem para até quatro automóveis.

O prédio em Sunny Isles Beach é fruto de uma parceria entre a Bentley e o escritório de arquitetura Sieger Suarez Architects e a Dezer Development. O preço? A partir de US$ 6 milhões.

E, por mais que soe o suprassumo da ostentação, saiba: a fabricante britânica não é a primeira. Inaugurado em 2016, também em Sunny Isles Beach, o prédio Porsche Design Tower, da montadora alemã, já oferece um elevador para carros.

A britânica Bentley estreia no mercado imobiliário com condomínio com elevador para carros (Foto: Divulgação)

Outro empreendimento de fôlego milionário é o condomínio da rede hoteleira de luxo Waldorf Astoria. Com cem andares, 320 metros acima de Biscayne Bay, no centro da cidade, o prédio tem projeto ousado: nove cubos de vidro empilhados parece desafiar a gravidade.

Quando ficar pronto em 2027, será o mais alto da região. São 306 residências privadas e 205 quartos de hotel. Lançado em 2021, cerca de 90% das unidades já estão vendidas.

Uma das coberturas, no nono cubo, com 1,2 mil metros quadrados, custa US$ 50 milhões. Os proprietários terão acesso às comodidades típicas da rede. Inclusive ao restaurante Peacock Alley, famoso por seus brunchs e coquetéis sofisticados.

A maioria dos compradores está fascinada pelas casas e apartamentos das chamadas branded residences, condomínios hipersofisticados, com serviços ultraestrelados.

A ser inaugurado em 2025, o residencial Shell Bay promete um dos campos de golfe mais exclusivos da Flórida (Foto: Divulgação)

A ser inaugurado em 2025, o residencial Shell Bay promete um dos campos de golfe mais exclusivos da Flórida e foi projetado com a ajuda do ex-golfista australiano Greg Norman, número 1 no ranking mundial do esporte, entre os anos 1980 e 1990.

Com apenas 108 unidades, as residências do Shell Bay serão atendidas pela operadora de hospitalidade Auberge Resorts Collection, oferecendo aos moradores a comodidade de um resort de luxo. O preço dos apartamentos, com acesso a iate clube e spa, são negociados caso a caso.

“Ou”, não. “E”

Miami é uma festa – imobiliária. Pudera, de cinco anos para cá, os imóveis, localizados nos três condados mais desejados do sul da Flórida (Miami-Dade, Broward e Palm Beach), valorizaram 64%.

Analisada a última década, os preços triplicaram, informa a Miami Realtors. Por esse motivo, é comum os compradores adquirirem casas e apartamentos para vender depois, lucrando com a valorização.

“Gente que comprava em Dubai, agora também compra em Miami”, diz o corretor Dipasquale, ao NeoFeed. Com ele bem lembra, no universo dos bilionários, não existe esse ou aquele. E, sim, esse e aquele.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!