Portal BEI

Quem é Roberto Medina, dono do Rock in Rio?

Fonte: Isabella Carvalho

Por trás do Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do Brasil e do mundo, há um nome influente na indústria: Roberto Medina. O empresário nasceu no Rio de Janeiro, em 1947. É também dono da agência de publicidade Artplan, com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Roberto Medina é filho do empresário e produtor cultural Abraham Medina. Para tocar os negócios no entretenimento, largou a faculdade de direito. Medina ficou conhecido por ser um dos primeiros a contratar grandes astros internacionais para participar de comerciais de televisão, como David Niven, Frank Sinatra e Burt Bacharach. 

Além disso, em 1980, trouxe o próprio Frank Sinatra ao Brasil para um show no Maracanã. O evento entrou para o Guiness Book como o maior público pagante para um só cantor: 144 mil pessoas. 

O empresário esteve por trás da primeira edição do Rock in Rio, realizada no Rio de Janeiro. O ano era 1985 e uma área foi especialmente construída para receber o evento. O local ficou conhecido como “Cidade do Rock” e tinha o maior palco do mundo já construído até então: com 5 mil metros quadrados de área. 

Em sua primeira edição o Rock in Rio reuniu 1 milhão e 380 mil pessoas em 10 dias de música com bandas como, por exemplo, Queen, AC/DC, Iron Maiden, James Taylor, Ozzy Osbourne e Rod Stewart. Já em 1991, a segunda edição do festival foi ainda maior, com transmissão para 580 milhões de espectadores em 55 países.  

Depois três edições no Brasil, Medina internacionalizou a marca Rock in Rio e levou o festival para a Europa em 2004 e para a América do Norte em 2015, em Las Vegas. Hoje, o Rock in Rio é conhecido como um dos maiores festivais de música do mundo. 

The Town como a nova aposta do empresário 

Pensando em expandir sua atuação e trazer um grande evento para a capital paulista, Medina criou o The Town, festival de música que aconteceu em setembro de 2023 no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.  

Foram cinco dias de festa, com shows em seis espaços diferentes. A cenografia temática foi inspirada em ícones da arquitetura paulistana, como a Estação da Luz e a Catedral da Sé. Com a nova empreitada, Medina assinou o contrato de empréstimo do autódromo para os anos de 2023, 2025 e 2027. De acordo com a organização do festival, foram mais de meio milhão de pessoas no evento durante os cinco dias de shows.  

Agora, o empresário se prepara para a edição de 2024 do Rock in Rio. De acordo com Medina, a edição de 40 anos do festival será bem eclética, com uma Cidade do Rock ainda maior. O evento vai receber atrações internacionais como Travis Scott, Katy Perry, Karol G, Cyndi Lauper, Akon e Shaw Mendes. Além disso, nomes como Ivete Sangalo, IZA, Carlinhos Brown, Jão, Luísa Sonza, Ludmilla, Diogo Nogueira e Ana Castela integram a produção.

Quanto ganha Roberto Medina?

Não há informações sobre a fortuna de Roberto Medina ou quanto ele ganha a cada festival. O que se sabe é que em 2014 o empresário anunciou a venda de 50% do controle do festival Rock in Rio para a SFX Entertainment, empresa norte-americana de produção de shows e entretenimento. A aquisição foi feita por R$ 150 milhões. 

Anos depois, em 2018, a Live Nation Entertainment anunciou a aquisição da participação que era da SFX Entertainment no Rock in Rio. Porém, Roberto Medina e sua equipe continuaram com sua parte societária e à frente dos negócios, administrando toda a produção do evento.   

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!