Portal BEI

Onde o brasileiro investe? E por que ele investe?

Fonte: Anne Dias

Onde os brasileiros estão investindo? E qual é o sonho da maioria deles? Caderneta de poupança ainda é tida como uma opção de investimento? Afinal, quem é o investidor brasileiro? Para traçar o perfil dos investidores, a Anbima lança todos os anos a pesquisa Raio X do Investidor Brasileiro, que já está em sua 7ª edição e teve como base o ano de 2023.

Alguns pontos chamam a atenção. Tais como: a participação das apostas esportivas entre as opções dos investidores, o incremento das moedas digitais e o estresse que investir gera. De toda forma, 37% dos brasileiros investem – e esse número vem se mantendo estável desde o penúltimo levantamento, feito em 2022.

Quem é o investidor brasileiro?

Entre esses 37% de investidores, pouco mais da metade é composta por homens (51%). E 75% trabalham.

Um terço concluíu o ensino superior e 36% são das classes A/B, com renda familiar média de R$ 5.464,00.

A maioria dos investidores mora na região Sudeste do país (52%), seguidos pelo Nordeste (20%), Sul (15%), Centro-Oeste (7%) e Norte (6%).

Investidor está estressado

Segundo o levantamento, 52% da população têm um alto nível de estresse com as despesas. E mais: 56% têm medo de perder a renda.

E, acredite você ou não, muitos investidores acreditam que as apostas esportivas são um meio de investir. Tanto que 14% usa os aplicativos de bets como maneira de tentar aumentar a renda. Esse dado não foi computado no levantamento apurado em 2022.

Entre esses apostadores, 40% acreditam que terão chances de ganhar dinheiro rapidamente. E 22% acreditam que as apostas online são, sim, um tipo de investimento.

Onde os brasileiros investem?

Dessa forma, 37% dos brasileiros que investem em produtos financeiros, 25% tem dinheiro na caderneta de poupança. Isso coloca o ativo como o preferido da população.

Na sequência, aparecem os títulos privados, com 4,8%

De toda forma, os fundos de investimento têm 4,4% da preferência.

Ações e previdência privada estão com 2,5% e 2,4% respectivamente.

Poupança é pop

A caderneta de poupança é o produto financeiro mais citado espontaneamente pela população, com índice de 22% (2023), ante 20% em 2022.

O segundo lugar são as ações, com 11%. Em seguida, estão os títulos privados e os fundos de investimento, que alcançaram 10% cada. Os dois produtos destacam-se entre a classe A/B (23% dizem conhecer os títulos privados e 22% os fundos de investimento). A previdência privada e as moedas estrangeiras ficam no fim da lista, com 2% e 1% de menções, respectivamente (de um ano para o outro, também tiveram recuo de 1% cada).

Contudo, o Raio X do Investidor Brasileiro mostra que os millennials, também conhecidos como geração Y (de 28 e 42 anos em 2023) se destacam. Eles são 39% dos investidores.

Em seguida, estão a geração X (de 43 e 62 anos) e pelos boomers (63 anos ou mais em 2023), com 37% cada.

A geração Z (16 a 27 anos em 2023) ainda detém a menor proporção, de 35%, embora o índice esteja crescendo ano a 3 ano.

Os mais jovens, porém, estão na frente quando o assunto são os meios digitais para investir. Então, enquanto 45% de quem investe usa os aplicativos de bancos, 63% de investidores da geração Z são adeptos a essa prática.

O motivo número 1 dos investidores, aquilo que mais motiva, é a compra da casa própria. Esse desejo atinge quase 3 em cada 10 investidores.

Em seguida, 20% das pessoas que investem preferem manter o dinheiro aplicado no banco.

Depois disso, aparecem as viagens, passeios e atividades de lazer (com 10%).

Comprar um carro, moto ou caminhão também é o desejo de 10% dos investidores.

E usar o dinheiro na aposentadoria, aliás, está nos planos de 9%.

Como foi feito o Raio X do Investidor Brasileiro

O Raio X do Investidor Brasileiro é uma pesquisa quantitativa anual, realizada em parceria com o Datafolha.

O levantamento considera aspectos de gênero, orientação sexual, etnia, geração e classe social.

Assim, as entrevistas aconteceram em todas as regiões do país. A pesquisa ouviu pessoas a partir de 16 anos economicamente ativas, além de aposentadas e inativas, com ou sem renda.

Os resultados da 7ª edição do Raio X Brasileiro são referentes a 2023.

Foram 5.814 entrevistados, de norte a sul do país, entre os dias 6 e 24 de novembro.

Objetivo da pesquisa

Além de saber quem é o investidor, o Raio X do Investidor Brasileiro cruza dados e mostra informações para aprimorar as soluções do mercado financeiro.

O acesso ao Raio X do Investidor Brasileiro, portanto, é gratuito a toda a sociedade.

Você pode ver os detalhes do levantamento neste link.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!