Portal BEI

Fintechs suspendem juros e flexibilizam pagamentos para afetados pela chuva no RS

Fonte: Rafael Balsemao
Fintechs suspendem juros e flexibilizam pagamentos para afetados pela chuva no RS
Resgate de vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

A Mercado Pago, a Nubank e outras fintechs associadas à Zetta, que reúne empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros digitais, anunciaram medidas de apoio aos clientes que moram no Rio Grande do Sul e foram afetados pela chuva no RS. Confira a seguir.

Mercado Pago

O Mercado Pago suspendeu cobranças e negativações de vítimas da enchente. Quem precisar renegociar dívidas terá taxas especiais.

Nubank

O Nubank também adotou medidas para apoiar os clientes residentes nas áreas afetadas, entre elas flexibilização das condições de pagamento de dívidas e atendimento preferencial a todos os impactados no estado.

Neon

Na Neon, os clientes das áreas atingidas terão isenção de taxas de juros, atendimento priorizado, suspensão temporária de dívidas em atraso e poderão antecipar o resgate de investimentos que estão dentro do prazo de carência.

Cora

A Cora também adotou a política de zerar juros e encargos e não negativar os consumidores do Rio Grande do Sul neste momento.

PicPay

Já o PicPay oferece atendimento preferencial para os clientes impactados pelas enchentes, isenção de multas e juros e renegociação de dívidas.

Doações

  • Mercado Pago doou R$ 1 milhão para ajudar as vítimas das enchentes.
  • Por meio do Instituto Nu, o Nubank doou R$ 1 milhão para a Ação da Cidadania e Rede Calábria. O valor irá para entidades de assistência dos locais mais afetados.
  • O PicPay, por sua vez, arrecadou mais de R$ 2 milhões em ações na sua central de doações.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!