Portal BEI

‘Woodstock dos capitalistas’, liderado por Warren Buffett, começa hoje (3); veja o que esperar – Money Times

Fonte: Giovanna Castro
warren buffett evento berkshire hathaway woodstock dos capitalistas omaha
Warren Buffett deve apresentar seus planos para o futuro da Berkshire Hathaway em evento nos Estados Unidos (Imagem: REUTERS/Rick Wilking)

Em 1969, o evento Woodstock concentrou diversas pessoas por 3 dias, com a presença de nomes da música como Jimi Hendrix e Joan Baez. 55 anos depois, é a vez do “Woodstock para capitalistas”, forma como a imprensa americana apelidou a assembleia anual da Berkshire Hathaway, empresa de investimentos liderada por Warren Buffett.

A comparação com o festival de música que mudou a cultura popular não é exagerada, quando se consideram os números da Berkshire Hathaway e a influência de Buffett no mundo das finanças. Para começar, a empresa conta com quase 20 mil acionistas. Muitos deles encaram a assembleia anual da companhia como uma verdadeira romaria.

O evento começa nesta sexta-feira (03) em Omaha, no Nebraska, e concentrará investidores, analistas e personalidades como Bill Gates, um dos homens mais ricos do mundo, fundador da Microsoft e amigo próximo de Buffett.

A expectativa dos acionistas e convidados é óbvia: saber mais sobre as estratégias de investimento de Buffett. Conhecido como “Oráculo de Omaha”, seu prestígio não é gratuito: entre 1965 e 2023, o megainvestidor conseguiu manter uma valorização anual média de 19,8% para as ações da Berkshire Hathaway. Como comparação, o Índice S&P, um dos mais tradicionais da Bolsa de Nova York, subiu, em média, 10,2% ao ano no mesmo período. Entre 1964 e 2023, as ações da empresa de Buffet acumularam uma alta de estonteantes 4.384.748% (sim, milhões de por cento).

A grande diferença com os eventos anteriores é a falta de Charlie Munger, que morreu em novembro de 2023. Desde o início, Munger não foi apenas um grande amigo de Buffett; era, também, seu grande sócio e parceiro de negócios, responsável por algumas das grandes tacadas da empresa, como convencer o Oráculo de Omaha a investir em ações de tecnologia – algo que Buffett resistia. Sua importância para o sucesso da Berkshire foi reconhecida por Buffett na carta anual aos acionistas divulgada no início do ano.

As perguntas que Buffett deve responder em Omaha

A reunião anual tem como objetivo prestar contas aos acionistas da empresa, além de apresentar visões do último ano e projeções para o futuro.

Entre as dúvidas que podem ser esclarecidas por Buffett, estão:

  • o que a Berkshire Hathaway fará com seus US$ 165 bilhões em caixa;
  • maiores explicações sobre a venda de cerca de US$ 2 bilhões em ações da Apple (AAPL34), empresa que é destaque na carteira da gestora;
  • qual é a aposta do setor financeiro, realizada no terceiro trimestre do ano passado, que continua sendo mantida em segredo por Warren Buffett.

Além da Apple, a Berkshire concentra posições no setor financeiro, em nomes como American Express e Citibank, e recentemente apostou mais ainda no petrolífero, adquirindo participações na Occidental Petroleum.

Entretanto, os participantes não devem criar expectativas quanto à posição de Buffett sobre a economia dos Estados Unidos (EUA), pois ele é geralmente reticente com relação a previsões para o futuro da mesma.

Veja o relatório de resultados de 2023 da Berkshire Hathaway, a empresa de investimentos de Warren Buffett.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!