Portal BEI

Vale a pena ver de novo? Outro discurso de Powell, política monetária na zona do euro, balanço da Petrobras, FIIs para março e outros destaques do dia – Money Times

Fonte: Seu Dinheiro
(Imagem: Facebook/ Federal Reserve/banking.senate)

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, volta hoje ao Congresso dos Estados Unidos. A legislação norte-americana exige que o chefão do banco central preste contas a deputados e senadores duas vezes por ano, separadamente. Primeiro Powell vai à Câmara dos Representantes. Depois ele fala ao Senado.

Ontem, perante a Câmara, Powell disse que ele e os demais dirigentes do Fed estão na expectativa de leituras mais baixas da inflação. “Precisamos de evidências de que a inflação realmente caminha de volta à meta de forma sustentável”, declarou.

No entanto, ele acrescentou que o Fed não está buscando a inflação exatamente na meta de 2% para começar a cortar os juros.

Esse comentário animou Wall Street e ajudou o Ibovespa a fechar em alta de 0,62% ontem, muito próximo de recuperar os 129 pontos.

Hoje, perante o Senado, a expectativa é de que Powell repita em grande medida o que já foi dito na Câmara.

Então será que vale a pena ver de novo?

Costuma valer. Volta e meia aparece uma pergunta que leva a uma resposta diferente, com grandes chances de mexer com o mercado.

Enquanto isso, os investidores aguardam a decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

Mas nem só de Powell e BCE se alimentará o Ibovespa hoje. A Petrobras divulga nesta quinta-feira (depois do fechamento) o balanço referente ao quarto trimestre de 2023.

A expectativa é de números robustos para o período. No entanto, os investidores estarão atentos mesmo aos dividendos da maior pagadora de proventos da bolsa brasileira.

Haverá dividendos extraordinários ou não?

Para saber a resposta, acompanhe a cobertura de mercados do Seu Dinheiro.

O que você precisa saber hoje

CHAMA O SÍNDICO
O fundo imobiliário favorito do mês tem R$ 1,5 bilhão para investir e gestão elogiada; confira os preferidos de 11 corretoras.
Mais recomendado pelas corretoras pela sétima vez consecutiva, o FII em questão captou uma bolada na bolsa e deve movimentar o mercado.

JUNIOR OILS
PetroRecôncavo (RECV3) frustra no 4T23 e cai forte na B3, mas analistas veem dias melhores para a petroleira.
O mercado já esperava por uma queda do lucro da PetroRecôncavo, mas subestimou os impactos dos problemas que a empresa teve na produção.

DESTAQUE DA BOLSA
Alívio durou pouco: Casas Bahia (BHIA3) despenca 13% e zera os ganhos com o plano de renegociação de prazos das dívidas.
A varejista foi pressionada pela realização dos lucros recentes, após subir mais de 16% na semana passada.

PREVIU O PRESENTE?
As ações do NYCB despencam mais de 40% com dificuldades envolvendo setor imobiliário — e Jerome Powell já previa isso.
Em seu tradicional testemunho à Câmara, Powell chamou atenção para o mercado imobiliário, afirmando que o setor representa um problema sério para os bancos.

ELEIÇÃO NOS EUA
Quem vai parar Trump? Nikki Haley não conseguiu, mas o republicano ainda pode ser barrado e deixar caminho livre para Biden.
A Super Terça terminou sem surpresa: o presidente que busca a reeleição venceu as primárias e convenções de seu partido e, no lado republicano, Trump faturou a maioria dos delegados em jogo.

Uma boa quinta-feira para você!

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!