Portal BEI

Qual título do Tesouro Direto comprar agora? Veja a carteira do Itaú BBA

Fonte: Lucas Andrade
Qual título do Tesouro Direto comprar agora? Veja a carteira do Itaú BBA
A Carteira Tesouro Direto do Itaú BBA tem títulos pós-fixados, títulos atrelados à inflação de longo prazo e posições mais pontuais em títulos prefixados. Foto: Getty Images

Você conferiu recentemente aqui na Inteligência Financeira que houve a renovação anual do rol do Tesouro Direto. Ou seja, a lista dos títulos públicos disponíveis para negociação na plataforma em 2024 foi atualizada.

Por isso, em razão dessa mudança, a Carteira Tesouro Direto do Itaú BBA também foi modificada.

“A cada ano, o Tesouro Direto revisa a grade de títulos disponíveis para investimento, com o objetivo de manter ao longo do tempo os prazos médios dos títulos ofertados”, comenta Lucas Queiroz, estrategista de renda fixa do banco de investimentos.

“Assim, a última mudança implementada retirou da grade dois títulos componentes de nossa carteira, motivo pelo qual estamos promovendo estas trocas”, explica o especialista em relatório.

Então foram essas as mudanças no portfólio:

  • Resgate do Tesouro Selic 2026 para inclusão do Tesouro Selic 2027, com exposição de 30%;
  • Resgate do Tesouro Prefixado 2026 para inclusão do Tesouro Prefixado 2027, com exposição de 20%.

Alocação balanceada

Adiante, nesse mesmo relatório, Lucas Queiroz indica que a renovação não visa alterar o perfil da carteira Tesouro Direto do Itaú BBA.

“Continua com alocação balanceada entre títulos pós-fixados, títulos atrelados à inflação de longo prazo combinados com posições mais pontuais em títulos prefixados”, detalha.

“Embora retirados da grade de títulos disponíveis para investimento, os ativos em questão continuarão com liquidez diária para resgates, garantida pelo Tesouro Direto, até o momento de seu vencimento”, acrescenta o estrategista.

Portanto, a grade de títulos públicos recomendados pelo banco de investimentos agora no começo de março ficou assim:

  • Tesouro Selic 2027 (30%)
  • Tesouro Prefixado 2027 (20%)
  • Tesouro IPCA+ 2029 (30%)
  • Tesouro IPCA+ 2045 (20%)

Quer saber mais como montar uma carteira apenas com títulos do Tesouro Direto e qual é o risco dessa estratégia? Pois você pode continuar lendo aqui.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!