Portal BEI

Shein se prepara para IPO em Londres em meio a obstáculos nos EUA, dizem fontes | InvestNews

Fonte: Reuters

A gigante de fast-fashion Shein está intensificando preparativos para uma listagem em Londres, depois que sua tentativa de abrir capital em Nova York enfrentou obstáculos regulatórios e resistência de parlamentares dos Estados Unidos, disseram duas pessoas com conhecimento do assunto.

A varejista de moda online planeja atualizar o órgão regulador de valores mobiliários da China sobre a mudança do local da oferta pública inicial (IPO) e entrar com o pedido de registro na Bolsa de Valores de Londres (LSE) já neste mês, segundo uma delas.

A Shein, que, de acordo com uma das fontes, foi avaliada em US$ 66 bilhões em uma captação de recursos no ano passado, começou a se envolver com as equipes de Londres de seus consultores financeiros e jurídicos para explorar uma listagem na LSE este ano, disseram a fonte e uma outra pessoa familiarizada com o assunto.

A empresa de moda fundada na China também procurou gestores de fundos sediados em Londres para reuniões introdutórias antes do lançamento, afirmou outra fonte com conhecimento direto do assunto.

A Shein e a LSE não quiseram comentar. A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China (CSRC) não respondeu a um pedido de comentário.

A Shein entrou com um pedido confidencial de IPO junto à Comissão de Valores Mobiliários dos EUA em novembro e procurou a CSRC para obter a aprovação de Pequim no mesmo mês, disseram as fontes.

O plano para uma IPO nos EUA ainda está oficialmente sobre a mesa, mas a empresa sediada em Cingapura tem tido dificuldades em superar os obstáculos regulatórios nos EUA e na China, em meio a críticas de parlamentares norte-americanos sobre supostas práticas irregulares de trabalho e ações judiciais de concorrentes.

Neste ano, a CSRC informou à Shein que o órgão regulador não recomendaria uma IPO nos EUA devido aos problemas da cadeia de suprimentos da empresa, disse uma outra fonte.

Embora a Shein esteja agora se preparando para uma IPO em Londres, ela ainda prefere Nova York como local de listagem e planeja manter seu pedido à SEC ativo caso haja uma mudança na postura dos órgãos reguladores dos EUA, declarou a segunda fonte.

A empresa também poderá buscar uma listagem secundária nos EUA em Nova York após sua IPO em Londres, quando considerar que o clima político dos EUA é mais favorável, acrescentou a segunda fonte.

A empresa enfrenta um escrutínio mais rigoroso do que o esperado por parte dos órgãos reguladores dos EUA em um ano eleitoral. Em um sinal da natureza complexa do processo de solicitação, a SEC ainda não avançou com o pedido de IPO da Shein, disseram as duas fontes.

A SEC não respondeu a um pedido de comentário.

O plano da Shein de atualizar o órgão regulador chinês sobre a IPO de Londres a tornaria sujeita à aprovação de Pequim, de acordo com as novas regras de listagem para empresas chinesas que abrem seu capital no exterior, disseram a primeira fonte e uma outra fonte.

A IPO, caso se concretize, poderá ser uma das maiores do mundo este ano, segundo as fontes.

Para você: Os principais tópicos para começar bem o dia!

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!