Portal BEI

Selic acima de 10%: Sobem apostas de pausa nos cortes; veja o que esperar dos juros – Money Times

Fonte: Juliana Americo
selic juros banco central campos neto copom morning times ibovespa
Banco Central reduziu o ritmo de cortes da Selic e Relatório Focus já projeta taxa terminal dos juros em 10% para 2024. (Imagem: Yauhen Akulich/Canva Pro)

Após a queda no ritmo dos cortes da Selic, o mercado agora enxerga uma eventual pausa no afrouxamento monetário do Banco Central.

No início do mês, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual.

Esse foi o primeiro corte desta magnitude na Selic desde que o BC deu início aos reajustes. Antes disso, foram seis cortes de 0,50 pp. Desta forma, a Selic passou de 10,75% para 10,50% ao ano — trata-se do menor patamar de juros desde março de 2022.

Índice Equus de Precificação da Selic (IEPS), pesquisa semanal da Equus Capital, mostra que probabilidade de uma pausa nos juros, até esta segunda-feira (20), é de 67,3%. Trata-se de uma alta nas expectativas, quando comparado com a semana anterior: na época, 41,1% dos economistas apostavam na manutenção no atual patamar da Selic.

Felipe Uchida, head do departamento de análises quantitativas e sócio da Equus Capital, lembra que, no dia anterior à última reunião do Copom, este percentual estava em 28%.

“A divergência entre diretores indicados por Lula, que defenderam uma manutenção mais forte dos juros básicos, levantou temores sobre uma postura menos ortodoxa do Banco Central a partir de 2025. Além disso, a ata destacou um ambiente global adverso, dinamismo na atividade doméstica e um cenário desafiador para a inflação local, com o Copom atento às expectativas inflacionárias”, destaca.

Relatório Focus: Economistas projetam taxa terminal da Selic em 10%

Os economistas ouvidos pelo Banco Central voltaram a revisar as projeções de inflação para este ano. Segundo o Relatório Focus, as expectativas de alta para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCApassaram de 3,76% para 3,80%.

Já para 2025, a projeção do IPCA foi elevada de 3,66% para 3,74%. Os demais anos permanecem as mesmas projeções de 3,50%.

Vale lembrar que as metas de inflação para 2024 e 2025 são de 3% conforme estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Já a Selic deve encerrar o ano em 10%, ante os 9,75% — a elevação na projeção é uma resposta para a postura mais conservadora adotada pelo Comitê de Política Monetária (Copom), após o reajuste de 0,25 ponto percentual nos juros.

Para 2025 e 2026, a projeção é de que a taxa básica de juros se mantenha em 9%. No entanto, as expectativas  2027 foram elevadas de 8,63% para 9%.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!