Portal BEI

Vale (VALE3), Light (LIGT3), Direcional (DIRR3) e outros destaques desta sexta (12) – Money Times

Fonte: Vitoria Pitanga
Vale, VALE3, Light, LIGT3, Direcional, DIRR3, Mercados, Empresas, Radar do Mercado
Vale (VALE3) divulga novas informações sobre a barragem Forquilha III, em MG (Imagem: Reuters/Washington Alves)

As novas informações da Vale (VALE3) sobre as obras de correção da anomalia anteriormente identificada na barragem Forquilha III e a assinatura da Light (LIGT3) de um acordo preliminar com os debenturistas pela são alguns dos destaques corporativos desta sexta-feira (12).

Confira os principais destaques desta sexta-feira (12)

Vale (VALE3) divulga novas informações sobre a barragem Forquilha III, em MG

Em continuidade a outros comunicados divulgados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pela Vale, a mineradora disse que realizou as obras de correção da anomalia anteriormente identificada em um dos dispositivos de drenagem da barragem Forquilha III, localizada na mina de Fábrica, em Ouro Preto, MG.

  • MONEY PICKS – UMA ANÁLISE 360º DO MERCADO: O Money Times analisou 30 carteiras recomendadas para descobrir onde estão as melhores oportunidades de investimento para abril, segundo as maiores casas de análise e bancos do país. Confira o material completo gratuitamente aqui.

Segundo o comunicado, foi reestabelecida a função de drenagem do dispositivo, eliminando a passagem de sólidos

Representantes da Agência Nacional de Mineração (ANM) inspecionaram o dreno e certificaram a realização da operação. Além disso, a Vale continuará monitorando a estrutura permanentemente.

Light (LIGT3) assina acordo preliminar com debenturistas na recuperação judicial

Light SA (LIGT3) informou aos acionistas e ao mercado, na quinta-feira (11), que assinou um acordo preliminar com gestores representantes de fundos titulares de cerca de R$ 4,9 bilhões em debêntures.

Segundo o comunicado, o acordo visa os principais termos e condições econômicos para a repactuação da dívida e está sujeito à negociação e celebração dos documentos definitivos entre as partes, incluindo aditamento ao plano de recuperação judicial da Light.

Construtoras divulgam dados operacionais do 1T24

  • Direcional (DIRR3)

Direcional (DIRR3) reportou na quinta (11) sua prévia operacional do 1T24 (primeiro trimestre de 2024). Segundo a construtora, esse foi o melhor trimestre em vendas líquidas, totalizando R$ 1,3 bilhão, um crescimento de 63% sobre o 1T23.

No período, o Grupo Direcional lançou 9 novos empreendimentos/etapas, que representaram um VGV de R$ 897 milhões, volume 47% superior em relação ao 1T23.

O VGV bruto contratado no 1T24 foi de R$ 1,4 bilhão. Por sua vez, as vendas líquidas atingiram um valor recorde de R$ 1,3 bilhão.

  • Melnick (MELK3)

A construtora Melnick (MELK3) teve venda líquidas de R$ 372 milhões no 1T24, um aumento de 22% em relação ao 1T23, valor recorde.

Os lançamentos totalizaram R$ 617 milhões, sendo este o trimestre de maior volume lançado na história, representando um crescimento de 43% em relação ao mesmo período do ano passado.

  • Even (EVEN3)

As vendas líquidas de estoque da Even (EVEN3) ficaram em R$ 342 milhões no primeiro trimestre de 2024, crescimento de 38% em relação ao 1T23, com VSO de 13%.

Em São Paulo, as vendas líquidas de estoque somaram R$ 284 milhões, crescimento de 70% em relação ao 1T23, com VSO de 12%.

  • Plano & Plano (PLPL3)

Entre janeiro e março deste ano, a Plano & Plano (PLPL3) realizou quatro lançamentos, o que proporcionou um VGV 100% de R$ 465 milhões, incluindo permuta física. Quando comparado com o mesmo período do ano anterior, houve uma redução de 12,2%.

Quanto ao VGV, o 1T24 registrou R$ 418 milhões, um valor 5% menor em relação aos R$ 440 milhões obtidos no 1T23.

Gol (GOLL4) diz que deve chegar a acordo com arrendadores nas próximas semanas

A companhia aérea Gol (GOLL4) afirmou que deve chegar a um acordo com arrendadores de aeronaves nas próximas semanas, em meio ao processo de recuperação judicial que se desenrola nos Estados Unidos.

“Seguimos tendo conversas positivas com os nossos parceiros arrendadores de aeronaves e esperamos chegar a um acordo sobre aviões adicionais nas próximas semanas”, afirmou a empresa em comunicado.

Mais cedo, o jornal Valor Econômico publicou que a companhia vai devolver até 16 aviões dentro do processo de reestruturação.

Aeris (AERI3) anuncia grupamento de ações em proporção 20:1

Aeris (AERI3) anunciou que foi aprovada a proposta de grupamento das ações de emissão da companhia, na proporção de 20:1.

Para que o grupamento não prejudique a participação proporcional dos acionistas no capital social da companhia, será somente efetivado depois da abertura de prazo para que os acionistas que assim desejarem possam ajustar suas posições acionárias em lotes múltiplos de 20 ações ordinárias de emissão da companhia

O prazo de composição transcorrerá entre os dias 12 de abril de 2024 e 13 de maio de 2024. Esses ajustes na posição acionária durante o Prazo de Composição deverão ser realizados pelos próprios acionistas, a seu livre e exclusivo critério, por meio de negociações privadas ou por meio de negociações em bolsa.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!