Portal BEI

Fundo Verde: Elmer Ferraz deixa gestão e Luis Stuhlberger assume as alocações em ações

Fonte: Renato Jakitas
Fundo Verde: Elmer Ferraz deixa gestão e Luis Stuhlberger assume as alocações em ações
Luis Stuhlberger, gestor do fundo Verde – Foto: Bufalos

O engenheiro Luis Stuhlberger assumiu nesta semana de forma interina a gestão do book de ações da Verde Asset Management. A decisão acontece como uma resposta da gestora após fortes perdas com os ativos de renda variável, principalmente em abril.

Stuhlberger se notabilizou por desenhar as estratégias macro da gestora, dona do Verde FIC FIM, um dos multimercados mais famosos do mercado. Mas que vem perdendo consistentemente para o CDI, índice de referência, nos últimos tempos.

Elmer Ferraz deixa a gestora

Com a mudança, Elmer Ferraz, que vinha atuando como responsável pelas alocações em ações brasileiras desde dezembro de 2022, deixou a gestora.

Segundo a Verde, Raul Cavendish e Luiz Paulo Nogueira, que trabalhavam na equipe de Ferraz, também deixaram a gestora. A saída faria parte de uma reestruturação na equipe que gere os fundos de ações.

Segundo dois gestores influentes do mercado, a asset de Luis Stuhlberger busca, com esse movimento, dar uma resposta aos investidores após resultados fracos nos últimos meses.

A decisão também faria parte de uma alteração nas estratégias de investimento da casa.

Criada para manter 30% de suas aplicações em ações em empresas brasileiras, a verdade é que a renda variável foi perdendo espaço nas convicções de Luis Stuhlberger.

As ações hoje estão na casa de 10% do total de alocações. E Stuhlberger, hoje, fala cada vez mais de crédito corporativo.

Ainda não se sabe se a nova costura com Luis Stuhlberger à frente das ações vai se manter até que o especialista localize um outro nome no mercado ou dentro da própria estrutura remanescente.

Voltas que o mundo dá

O que a reportagem apurou é que, nesse processo, Antonio Barreto, que hoje é head de research da Verde, sobe no organograma da casa. Ele vai passar a atuar bem perto do novo chefe, Luis Stuhlberger.

Como a Faria Lima é muito pequena, Barreto, até outro dia, estava no Itaú Asset Management, justamente na linha de fundos que notabilizou Elmer Ferraz.

Barreto iniciou sua carreira no mercado em 2007 na Monitor Group, braço de consultoria estratégica da Deloitte. Também passou pela Angra Partners entre os anos de 2010 e 2011. E logo depois assumiu como sell-side no Itau BBA.

Em 2020 e 2022 trabalhou ao lado de Elmer Ferraz no time dos fundos Dunamis, da Itaú Asset. Chegou na Verde no ano passado.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!