Portal BEI

Bilheteria da nova versão de ‘Planeta dos Macacos’ da Disney soma US$ 56,5 milhões | InvestNews

Fonte: Bloomberg

O Reino do Planeta dos Macacos, da Walt Disney Co., arrecadou US$ 56,5 milhões e liderou as bilheterias domésticas neste fim de semana, mais do que as projeções da indústria.
O filme, que foi projetado para arrecadar entre US$ 40 milhões e US$ 50 milhões, é o primeiro lançamento de um novo filme da Disney nos cinemas este ano e oferece ao icônico estúdio de cinema um alívio após uma série de falhas de ignição dispendiosas. Alan Bergman, copresidente da divisão de entretenimento da Disney, disse que este está entre os filmes com o qual ele espera revigorar o estúdio em 2024.

O CEO Bob Iger fez da reconstrução do grupo de filmes de volta ao passado um foco principal de seu segundo mandato desde que retornou à empresa em novembro de 2022. Ele adiou alguns filmes para melhorar a qualidade da produção do estúdio e para adiar a produção e marketing despesas. Outros filmes de grande orçamento da Disney previstos para este ano incluem Inside Out 2 da Pixar, Deadpool & Wolverine da Marvel, Moana 2 e Mufasa: O Rei Leão.

O filme testa o apelo da franquia de filmes que a Disney adquiriu como parte da compra de US$ 71,3 bilhões dos ativos de entretenimento da 21st Century Fox em 2019. A abertura do filme é a segunda maior da franquia, superando Guerra pelo Planeta dos Macacos, de 2017, e Ascensão, de 2011. do Planeta dos Macacos. O filme de melhor desempenho da série foi O Amanhecer do Planeta dos Macacos, de 2014, que estreou com US$ 72,6 milhões e arrecadou US$ 710,6 milhões globalmente.

“Pode haver mais oportunidades enquanto se aguarda o sucesso do filme”, disse Iger sobre a franquia Macacos em uma teleconferência com analistas em 7 de maio.

A unidade que inclui o negócio de filmes da Disney perdeu US$ 18 milhões no trimestre mais recente, com queda de 40% nas vendas.

O Planeta dos Macacos original de 1968, com Charlton Heston como astronauta pousando em um mundo governado por primatas, é considerado uma obra-prima da narrativa de ficção científica. Imediatamente gerou quatro sequências de filmes, duas séries de TV e uma abundância de produtos infantis, de bonecos de ação a uma casa na árvore de brinquedo.

Um remake de 2001 estrelado por Mark Wahlberg não foi tão bem. A Fox reiniciou a franquia em 2011 com o que acabou se tornando uma trilogia estrelada por Andy Serkis como César, o líder de um clã de macacos inteligentes. O novo filme, que custou cerca de 160 milhões de dólares, continua a história de uma tribo de chimpanzés amantes da paz, desta vez confrontando uma facção rival de gorilas e um misterioso visitante humano.

O último filme pretende claramente fazer parte de uma série, com um final que sugere que há mais por vir. Obteve uma aprovação média de 80% entre os críticos, de acordo com o RottenTomatoes.com, alguns dos quais citaram sua “grandeza visual”, mas acharam que “não é tão transportador quanto a trilogia anterior”.

Para você: Os principais tópicos para começar bem o dia!

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!