Portal BEI

Atenção acionista da Auren (AURE3): Pode pintar dividendo extraordinário, vê Genial – Money Times

Fonte: Renan Dantas
Auren
Auren pode usar caixa para pagar dividendos extraordinários diante da falta de oportunidades no setor, vê Genial (Imagem: Linkedin)

A Auren (AURE3) divulgou os seus números do primeiro trimestre de 2024, com cifras que ficaram dentro das expectativas de analistas.

  • Os balanços do 1T24 já estão sendo publicados: receba em primeira mão a análise dos profissionais da Empiricus Research e saiba quais ações comprar neste momento. É totalmente gratuito – basta clicar aqui

A companhia reportou lucro líquido 10% maior, a R$ 253,6 milhões, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 599,6 milhões, aumento de 32,7%.

Para os analistas Vitor Sousa e Israel Rodrigues, que assinam o relatório, no geral, o resultado foi neutro, com um bom gerenciamento do portfólio energético da empresa, distribuição de dividendos, baixo endividamento e entrega de projetos em desenvolvimento dentro do planejado.

Mas o que o acionista quer saber mesmo é quando e quanto os dividendos vão cair. A dupla lembra que atualmente a empresa possui R$ 3.1 bilhões em caixa, fruto principalmente da securitização da indenização da usina de Três Irmãos.

  • DIVIDENDOS: Veja 5 ações para comprar agora e buscar pagamentos extras na sua conta ainda em 2024. Clique aqui

Uma das opções é a companhia buscar oportunidades de investimento no setor de energia, mas devido às condições macroeconômicas atuais e ao cenário de volatilidade dos preços de longo prazo de energia, “tem sido difícil a aparição de bons projetos, o que abre a possibilidade de novos dividendos extraordinários”.

Mesmo assim, os analistas não recomendam compra na elétrica, com indicação neutra e preço-alvo de R$ 15, potencial de alta de 28%.

“Aos atuais níveis de preço, vemos a empresa negociando com uma taxa implícita de retorno de 9,5% em termos reais, nível que consideramos interessante, mas insuficiente para adotarmos uma postura mais agressiva quanto ao papel. Por isso, preferimos manter nossa recomendação inalterada por hora.

À Reuters, o vice-presidente financeiro da Auren, Mario Bertoncini disse que a empresa segue avaliando oportunidades de aquisições de ativos de geração e que está preparada e capitalizada para um movimento do tipo. A empresa encerrou o primeiro trimestre com alavancagem financeira de 1,9 vez.

Em relação a novas oportunidades de crescimento, ele citou avanços na construção do empreendimento de geração solar e eólica Sol de Jaíba (MG), que terá cerca de 620 MW de capacidade e está metade operacional, e afirmou que a companhia deve seguir desenvolvendo novas usinas híbridas, com potencial para pelo menos mais 220 MW.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!