Portal BEI

Sebrae se engaja na luta pelo fim da violência contra a mulher | ASN Nacional – Agência Sebrae de Notícias

Fonte: marcialopez

Cartilha com orientações às pessoas colaboradoras da instituição e ao público em geral será disponibilizada no Portal Sebrae Delas e ao Sebrae de todas as UF’s

A partir do próximo dia 13 de março, cerca de 7 mil pessoas do Sebrae em todo o país terão acesso a uma cartilha com orientações para ajudar na identificação de casos de violência contra a mulher. A ação integra uma série de iniciativas lançadas pelo Sebrae para o mês dedicado ao debate dos grandes temas do universo feminino. O material também estará disponível para toda sociedade na página do Programa Sebrae Delas.

Entre as orientações estão dicas sobre os sinais da violência contra a mulher, formas de acolher a vítima, como se comunicar e quais são os encaminhamentos adequados. “A cartilha tem como propósito promover a empatia e habilidade no atendimento de mulheres que vivem em situação de violência, de forma que estejamos prontos para acolhê-las e ajudá-las a romper o ciclo de violência”, destaca a analista da Ouvidoria Sílvia Arruda, responsável pela ação. “Todas as ações nessa temática demonstram o compromisso do Sebrae no enfrentamento de toda forma de violência contra a mulher”, completa a diretora de Administração e Finanças do Sebrae, Margarete Coelho.

Além do empreendedorismo feminino, a violência contra as mulheres é tema frequentemente abordado pelo Sebrae. Em 2023, antes da produção da cartilha, foram organizadas pela Ouvidoria, em parceria com a UCSebrae, duas lives para a rede de atendimento do Sebrae como forma de orientar e dar encaminhamento a possíveis situações de relato de violência. Cartazes do Ligue 180 (telefone nacional para o recebimento de denúncias de violações contra as mulheres) também foram repassados para as unidades da instituição em todo o país para que pudessem ser fixados em pontos físicos de atendimento.

O Sebrae é signatário dos “Princípios de Empoderamento das Mulheres”, da ONU Mulheres, e do Pacto Global das Nações Unidas, cuja finalidade é incorporar valores e práticas que visam à equidade de gênero e à consolidação do papel das mulheres na sociedade e na economia. As atividades também estão ligadas aos Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) no Brasil.

Em 2022, o Sebrae também assinou um convênio de cooperação técnica com a Caixa Econômica Federal para reunir esforços na promoção da equidade de gênero e na prevenção e no combate à violência contra a mulher. A ação resultou na realização de palestras de sensibilização, disparo de pílulas sobre letramento de gênero, capacitação da rede de atendimento, entre outras iniciativas.

Sebrae Delas

O empreendedorismo feminino é tema fundamental no debate sobre a equidade de gênero e a busca dos direitos das mulheres, pois acelera essa transformação. Por meio do programa Sebrae Delas, a entidade incentiva, apoia e fortalece o empreendedorismo feminino e o desenvolvimento de competências. O programa oferece cursos, workshops e consultorias para mulheres de todo o país. Conheça mais no site do programa.

Como denunciar casos de violência contra a mulher?

Por meio da Central de Atendimento à Mulher, pelo número 180, qualquer pessoa, de todo o país, pode registrar os casos de abuso e violência. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. O serviço também pode ser acionado pelo WhatsApp, no telefone (61) 99610-0180. Em casos de emergência, quando a situação de violência estiver ocorrendo, deve ser acionada a Polícia Militar, por meio do número 190.

Março e o empreendedorismo feminino

Neste mês de março – internacionalmente dedicado ao debate das questões relacionadas ao universo da mulher –, o Sebrae realiza ampla mobilização em favor do empreendedorismo feminino no Brasil. O período marca o lançamento de programas, cursos, cartilhas e outros conteúdos voltados às mulheres que já são donas de pequenos negócios ou àquelas que pretendem empreender.

Atualmente, a instituição já conduz o Programa Sebrae Delas que, somente nos últimos cinco anos, atendeu cerca de 14 milhões de mulheres, e o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, cujas inscrições da edição 2024 se iniciam em breve. Criada há 20 anos, a premiação já alcançou 80 mil empreendedoras e, neste ano, terá uma nova categoria, dedicadas às mulheres que empreendem por meio da ciência e da inovação tecnológica.

A jornada “Mulheres em Foco”, por sua vez, reúne em uma trilha de conhecimentos uma capacitação voltada à fortalecer habilidades socioemocionais e técnicas das empreendedoras brasileiras.

Fique de olho na Agência Sebrae de Notícias e nas redes sociais do Sebrae para não perder nada!

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!