Portal BEI

Sebrae lança plataforma Crédito Consciente para ajudar empreendedores a avaliar tomada de crédito

Fonte: Redação

Parte do programa Acredita, a ferramenta auxiliará donos de micro e pequenas empresas a avaliar se precisam buscar crédito ou se podem recorrer a outras medidas


Valdir Oliveira, Gerente de Capitalização e Serviço Financeiro do Sebrae, e Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional
Valdir Oliveira, Gerente de Capitalização e Serviço Financeiro do Sebrae, e Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional — Foto: Divulgação

O Sebrae lançou nesta terça-feira (30/4) a plataforma Crédito Consciente, destinada a ajudar empreendedores a avaliar sua necessidade de buscar crédito. A iniciativa faz parte do programa Acredita, do governo federal, e busca promover conscientização financeira e reduzir o endividamento. A ferramenta estava em fase de testes desde a última semana.

“Este é o momento de entender a invisibilidade deste público [micro e pequenas empresas], que precisa ser protegido por políticas de Estado […], principalmente em um país como o nosso, que tende a fechar as portas em relação ao crédito”, disse Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional, durante a coletiva de lançamento da plataforma. A meta do Sebrae é realizar um milhão de atendimentos em três anos.

Por enquanto, a plataforma auxiliará na tomada de crédito no âmbito do Fundo de Aval para a Micro e Pequena Empresa (Fampe), que funciona como garantia complementar para empreendedores que buscam recursos. O fundo passou por uma expansão e chegou a R$ 2 bilhões, com a possibilidade gerar R$ 30 bilhões em empréstimos a um milhão de empreendedores, segundo Lima. O Sebrae é capaz de avalizar até 80% de garantia do valor total do empréstimo contraído.

A nova ferramenta pode ser acessada gratuitamente pelo portal Crédito Consciente, que oferece uma calculadora para que o empreendedor preencha informações do negócio, como volume de venda e custos com fornecedores. A ideia é entender se o crédito é realmente necessário ou é possível fazer mudanças na gestão sem recorrer a empréstimos. O empresário também tem acesso a informações como modalidades de financiamento e taxas para decidir qual linha se adequa melhor ao seu negócio.

“Depois de pegar informações necessárias, se o empreendedor tiver interesse, nos autorizará a mandar para os bancos e para o Sebrae Estadual, que fará o acompanhamento e auxiliará no pedido de crédito”, explicou Valdir Oliveira, Gerente de Capitalização e Serviço Financeiro do Sebrae.

Futuramente, a plataforma também poderá ser usada para acesso ao ProCred 360, programa do governo federal de linhas de crédito com taxas de juros reduzidas e condições especiais para pequenos negócios, que também faz parte do programa Acredita.

Mais recente Próxima Criação de empregos bate novo recorde em março e acumula alta de 33% no trimestre

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!