Portal BEI

Pratos com cigarras entre os ingredientes viram tendência nos EUA

Fonte: Redação

Imagine pedir um macarrão e o molho vir acompanhado por uma cigarra. Nesse caso, a cozinha não está infestada de insetos, é só uma iguaria que alguns restaurantes têm oferecido nos EUA. Da mesma família do camarão, as cigarras são a nova moda em empreendimentos que apostam em comida saudável e diferente.

Bill Broadbent, presidente da empresa de insetos comestíveis Entosense, diz, em entrevista ao jornal inglês Daily Mail, que as cigarras são ricas em proteínas e não tem glúten. A Entosense fornece proteína de diversas espécies de insetos e de múltiplas formas, como em pó.

“Os insetos contêm gorduras saudáveis, têm poucas calorias e carboidratos e são uma boa fonte de antioxidantes. A proteína de inseto é uma proteína animal e inclui todos os aminoácidos essenciais”, afirmou.

Na cidade norte-americana de Nova Orleans, o restaurante do insetário local – espécie de zoológico de insetos – tem o seu restaurante próprio onde são servidos saladas com cigarras e cigarras assadas.

Zack Lemann, curador de coleções de animais do insetário, tem autorização para servir cigarras capturadas na natureza enquanto trabalha na identificação de ninhos para os insetos.

“Toda cultura tem alimentos típicos e ingredientes que são tabu ou para os quais as pessoas simplesmente torcem o nariz. Não há razão para fazer isso com os insetos quando você olha para o valor nutricional, sua qualidade no prato, seu sabor e os benefícios ambientais da colheita de insetos na comparação com a criação e o abate de gado”, falou Lemann.

O texto cita restaurantes como o El Rey, na cidade da Filadélfia, e o Bar Sótano, em Chicago, ambos nos Estados Unidos, que servem cigarras com sopas e cremes.

De acordo com o Departamento de Alimentos e Drogas dos EUA (FDA, na sigla em inglês) comer cigarras não apresenta riscos, desde que você não seja alérgico a camarão, pois ambos pertencem à família dos artrópodes. O FDA destaca que os insetos ingeridos devem ser cultivados ou colhidos na natureza, pois caso tenham contato com pesticidas, por exemplo, podem levar a intoxicação do ‘predador’ – seja um animal doméstico ou um ser humano.

Os pratos são uma resposta à alta oferta de cigarras nos Estados Unidos. O fenômeno acontece por ser o período de reprodução do inseto no hemisfério norte. A espécie da vez é a cigarra periódica, em que as fêmeas passam 13 ou 17 anos sob o solo. As fêmeas jovens se alimentam de raízes até atingirem a fase adulta e romperem o chão.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!