Portal BEI

NG.CASH, fintech para Geração Z, capta R$ 65 milhões para ampliar oferta de produtos de crédito

Fonte: Redação

A NG.CASH, fintech para a Geração Z, anuncia nesta terça-feira (14/5) a captação de uma Série A de R$ 65 milhões, liderada por monashees e com a participação dos fundos globais a16z, 17Sigma, Tekton Ventures e Generalist Capital.

Apesar do runway confortável – a startup captou um seed de US$ 10 milhões em 2022 –, Mario Augusto Sá, cofundador e CEO, afirma que a fintech encontrou o ponto de inflexão e começou a acelerar rapidamente, o que se apresentou como oportunidade. “Por conta da velocidade, achamos que seria um bom momento para ir ao mercado. Já tínhamos batido as metas da empresa e fomos conseguir mais dinheiro para continuar crescendo e para montar um caixa grande para alcançar o que almejamos.”

O aporte será direcionado para a criação de produtos que trarão diversificação de renda para a fintech. O foco das novidades do próximo ano será a oferta de crédito, com o lançamento de um cartão pós-pago e de microcrédito para atender os clientes quando completarem 18 anos. Atualmente, o principal grupo de usuários da fintech são jovens entre 14 e 17 anos. “A ideia é continuar com esse usuário ao longo da vida dele, entrando no crédito para oferecer assim que ele fizer 18 anos”, pontua o CEO.

Para isso, a fintech está criando uma tecnologia proprietária de análise de crédito que utilizará inteligência artificial para avaliar as informações da base construída com dados que a startup consegue ao longo da trajetória financeira dos clientes. Segundo o CEO, a análise será feita a partir de informações como tipo de compras, com qual frequência são feitas e valor recebido de mesada. Outro caminho é oferecer o crédito com outros tipos de ativos como garantia, como compras feitas dentro de jogos eletrônicos.

A tecnologia também será utilizada para criar um chatbot para permitir que os usuários façam transações pelo WhatsApp e para receber insights sobre educação financeira. “Se trouxermos informação e educação para o jovem com 12 anos, no começo da jornada financeira, no futuro ele terá mais clareza de como atingir objetivos de vida. Estamos em uma posição muito legal para assumir esse papel”, pontua Antônio Nakad, cofundador e CMO da NG.CASH.

Atualmente, a oferta de soluções da NG.CASH inclui cartão de crédito pré-pago, Pix, investimentos em criptomoedas e marketplace com ofertas exclusivas. Desde a fundação, em 2021, a fintech já transacionou mais de R$ 2 bilhões, com o volume de transações crescendo 40 vezes entre 2023 e 2024. No momento, a startup tem 2 milhões de usuários.

Outra parte do capital levantado será injetado na ampliação da equipe. A expectativa é saltar de 65 colaboradores para 110, com foco em contratações sênior para as áreas de produto e tecnologia.

Startups:

Para o futuro, a fintech também vislumbra a expansão para outros países da América Latina. O CEO afirma que não há um plano concreto, mas que a movimentação deve iniciar no próximo ano. “A dor é igual na América Latina como um todo. A Geração Z tem a maior porcentagem de população e não existe um produto focado nesse público. Já vimos essa demanda e temos o desejo de oferecer essa solução além do Brasil”, declara.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!