Portal BEI

Maioria das micro e pequenas empresas vai conseguir pagar o 13º dos funcionários sem problemas | ASN Nacional – Agência Sebrae de Notícias

Fonte: mayraluna

Para 70% dos pequenos negócios, arcar com a obrigação será igual ou mais fácil do que em 2022, segundo pesquisa do Sebrae-SP

Para 70,2% das micro e pequenas empresas (MPEs) do Estado de São Paulo, com empregados com direito a receber o 13º salário, pagar o 13º salário dos funcionários será igual ou mais fácil este ano do que em 2022. O número é da pesquisa Indicadores Sebrae-SP.

Esse grupo de MPEs está dividido da seguinte forma: para 56,8% não há diferença para cumprir a obrigação financeira este ano em relação ao ano passado e para 13,4% será mais fácil. Por outro lado, para 29,8% será mais difícil pagar o 13º este ano.

A pesquisa mostrou que 44,7% das MPEs com empregados com direito a receber o abono em 2023 fizeram provisões para esse pagamento, sendo que 28,9% começaram a reservar os recursos em janeiro; 21,1% iniciaram em junho e 12,5% em julho; 74,9% começaram a fazer provisões até julho.

Para 38,8% das MPEs que começaram a separar recursos depois de julho e para 31,7% das que não o fizeram está mais difícil pagar o 13º salário neste ano. Entre as que começaram a fazer provisões até julho, 18,9% informam ter mais dificuldade para pagar o abono agora.

Já 47,2% sequer fizeram provisões. Destas, 31,7% alegam estar mais complicado arcar com o desembolso dos valores. Outras 8,2% não informaram quanto à reserva de recursos.

“Quando mais cedo a empresa começa a provisionar dinheiro para arcar com o 13º dos funcionários, menos dificuldade ela tem no fim do ano. Isso comprova que um planejamento financeiro bem feito é o melhor caminho, principalmente quando se trata de um compromisso obrigatório”, afirma o consultor do Sebrae-SP Pedro João Gonçalves.

As MPEs do Estado de São Paulo empregam cerca de 5,013 milhões de pessoas com vínculos formalizados, de acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego. Desse total, 56%, ou aproximadamente 2,8 milhões, têm empregados com direito ao 13º salário. Por lei, o trabalhador deve receber a primeira parcela do abono até 30 de novembro e a segunda até 20 de dezembro.

A pesquisa

A pesquisa foi realizada pelo Sebrae-SP com a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) em outubro com 1,7 mil MPEs. As entrevistas foram feitas por telefone.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!