Portal BEI

Mãe transforma acidente em ideia de negócio e fatura R$ 6,7 milhões

Fonte: Redação

A Strapsicle fabrica acessórios para Kindle, o dispositivo de leitura da Amazon


Mãe transforma acidente em ideia de negócio e fatura US$ 1,3 milhão
Mãe transforma acidente em ideia de negócio e fatura US$ 1,3 milhão — Foto: Reprodução/Instagram

A mãe de primeira viagem, Lou Rice, amamentava o filho Archie, enquanto lia um livro no Kindle. Entre uma página e outra, ela dormiu e acordou com o choro do bebê. O tablet havia escorregado de suas mãos e caído na cabeça do recém-nascido. O caso, que aconteceu em junho de 2022, despertou em Rice a vontade de criar um produto para que situações como essa fossem evitadas no futuro.

Surgiu então a Strapsicle, marca que fabrica faixas de silicone de segurança para Kindle e que tem se tornado referência na produção de acessórios para tablets de leitura. O negócio rendeu cerca de US$ 1,3 milhão desde a fundação.

Em entrevista ao The New York Post, a empresária relata que a idealização ocorreu durante o período de reclusão devido à pandemia de Covid-19, e logo no início do negócio a empresa faturou US$ 660 mil.

“Tivemos o luxo do tempo, tivemos sorte, Archie estava dormindo bem, estávamos em casa e não estávamos nos socializando. Pensamos: ‘Vamos tentar [montar um negócio]’. Meu marido gosta de resolver problemas, é um solucionador e um verdadeiro inventor”, relata Rice. O marido dela, Ben Stainlay, é sócio no negócio.

A empreendedora conta que, dois anos antes do acidente doméstico, o marido havia vivenciado a experiência de descoberta de um câncer. Com isso, estava engajado em criar soluções que pudessem resolver problemas alheios. “Tendo passado por um susto de câncer dois anos antes, Ben estava motivado a seguir sua paixão por invenções e Strapsicle era o projeto perfeito”, diz.

A marca produz acessórios que protegem o Kindle de cair durante uma leitura — Foto: Reprodução/Instagram
A marca produz acessórios que protegem o Kindle de cair durante uma leitura — Foto: Reprodução/Instagram

Quando a marca cresceu, Rice conta que conseguiu deixar o emprego corporativo apenas em fevereiro de 2024, para se dedicar integralmente à Strapsicle.

Vendidas majoritariamente pela Amazon, as capas protetoras também facilitam a usabilidade do tablet de leitura para pessoas com deficiências como síndrome de Parkinson, síndrome do túnel do carpo ou artrite reumatoide. “Pessoas que vivem em condições nas quais não conseguem pegar um livro me disseram que agora podem finalmente ler novamente, o que realmente ajudou a aprofundar nosso propósito”, aponta.

O design simples do produto o fez ganhar prêmios como “Melhor Produto do Ano” na Feira de Presentes da Nova Zelândia no início deste ano e “Inovação de Produto do Ano” no prêmio nacional SHE.com em agosto de 2023.

Mais recente Próxima Vídeo de suco com acaí viraliza e faz loja triplicar vendas

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!