Portal BEI

História de padeiro que comprou forno antes de ter local para padaria viraliza e comove a internet

Fonte: Redação

Ex-videomaker mudou de carreira e fez investimento no maquinário antes mesmo de saber se conseguiria ter um estabelecimento. Comentários elogiam a perseverança do empreendedor


Timothy Nordmann conta como o negócio começou a partir da compra do forno de pães
Timothy Nordmann conta como o negócio começou a partir da compra do forno de pães — Foto: Reprodução/TikTok

O empreendedor Timothy Nordmann comoveu a internet recentemente ao contar contou nas redes sociais que comprou um forno de pães antes mesmo de ter um local para abrir a padaria Mr. Meowski. O padeiro alcançou milhões de visualizações, o carinho da internet e muitos clientes. O estabelecimento fica na cidade norte-americana de St. Charles (Missouri).

Em um vídeo que alcançou 1,2 milhão de visualizações no TikTok, Nordmann conta como o negócio começou. “Às vezes, se você tiver muita sorte, o universo trabalhará com você e não contra. E a época que comprei este forno foi uma daquelas época mágicas”, explica enquanto tira os pães assados do forno. O empreendedor trabalhava como videomaker e disse que sempre gostou de praticar hobbies diferentes. A feitura de pães surgiu assim, durante a pandemia. No entanto, depois de ter aprendido o ofício ele resolveu mudar de profissão.

O padeiro recorda que comprou o forno de uma igreja que não o usava e não podia guardá-lo por conta de restrições da prefeitura local. Nordmann não tinha dinheiro e parcelou o pagamento em oito vezes de R$ 1 mil (US$ 200). A chegada do forno o fez procurar um lugar para iniciar a padaria, que foi oficialmente inaugurada em 2021. “Tenho cozinhado todos os dias desde então. Eu só queria agradecer a vocês por fazer parte do Mr. Meowski”, finaliza a publicação.

A publicação do padeiro, feita em 27 de abril, foi repostada pelo tiktoker Jolly Good Ginger dez dias depois. Em um react, ele convoca os moradores da cidade a experimentar os pães da Mr. Meowski. O vídeo alcançou quase um milhão de pessoas.

Em entrevista à rádio pública da cidade norte-americana de St Louis, Nordmann conta que tem recebido muitos clientes. “Todo mundo tem dado um apoio incrível. Acho que é disso que se trata o TikTok e a internet: ser capaz de compartilhar sua história. É uma via de mão dupla. A seção de comentários, neste caso específico, foi uma bênção muito boa porque me tirou do eixo e me trouxe de volta à realidade”, disse.

Mais recente Próxima Garçonete é demitida após publicar vídeo de cliente com boneca inflável

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!