Portal BEI

Gerente viraliza no TikTok mostrando como é liderar funcionários da geração Z

Fonte: Redação

Jamie Lynch é uma canadense que trabalha em uma empresa de produção de vídeos e fotografias. Em suas próprias redes sociais, ela relata sobre como é trabalhar com pessoas mais jovens


Gerente de operações relata como é comandar equipe com funcionários da geração Z
Gerente de operações relata como é comandar equipe com funcionários da geração Z — Foto: Reprodução/TikTok

Não é de hoje que a geração Z é assunto nos bastidores do universo corporativo, seja pela forma de encarar o mercado de trabalho, seja pelo modo como se relaciona com colegas. Foi justamente esse tema que garantiu sucesso que Jamie Lynch, de 33 anos, fizesse sucesso nas redes sociais. Gerente de operações em uma empresa de mídia focada no ramo imobiliário, ela publica registros da convivência com colegas mais jovens. Boa parte dos vídeos atingiu milhões de visualizações.

Em entrevista ao portal Newsweek, a canadense diz que contratou seu primeiro funcionário “gen Z” no início de 2024, e atualmente gerencia cinco funcionários profissionais nessa faixa etária. Para além dos estereótipos negativos amplamente disseminados, ela diz que trabalhar com pessoas mais novas fez perceber a importância de ter um bom equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

“Eles têm limites pessoais muito fortes quando se trata de seu bem-estar. Se estiverem cansados, não se esforçarão e não se matarão por causa do trabalho. Eu respeito isso neles porque quando eu tinha a idade dele, meus gerentes me diriam que eu seria demitida se ligasse dizendo que estava doente”, explica.

Nos vídeos, publicados tanto no Instagram quanto no TikTok, Lynch é vista conversando por telefone com os funcionários. No registro de maior repercussão, com quase 11 milhões de views, por exemplo, é possível ouvir uma garota dizendo que não dormiu bem na última noite e perguntando se, mesmo assim, a gerente espera que ela vá trabalhar. Nos comentários dos vídeos, muitos usuários questionam a seriedade dos diálogos, enquanto outros demonstram identificação.

Embora Jamie reflita que, em alguns momentos, a geração Z seja tenha mais dificuldade com a dinâmica dos millennials, ela aponta que há formas saudáveis de estimular a boa convivência entre diferentes gerações no espaço profissional. “Temos muito a ensiná-los e muito a aprender com eles. Eles trazem uma luz e diversão para a equipe que estávamos perdendo antes — mesmo que seja rindo de seus telefonemas insanos”, finaliza.

Mais recente Próxima Dono de bar critica quem furta utensílios de estabelecimentos e viraliza: ‘Você não tem classe’

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!