Portal BEI

Frutas luxuosas: restaurante vende abacaxi premium por R$ 2 mil

Fonte: Redação

Apesar de seu preço, o abacaxi Rubyglow desperta curiosidade e desejo, uma vez que oferece não apenas sabor, mas também uma experiência visual e sensorial inigualável


Abacaxi Rubyglow: Uma “fruta premium” por 2 mil reais
Abacaxi Rubyglow: Uma “fruta premium” por 2 mil reais — Foto: Divulgação/Fresh Del Monte

Com uma casca externa vermelha, polpa amarela brilhante e um sabor doce distinto, o abacaxi Rubyglow começa a ganhar destaque no mercado internacional. Vendido a US$ 395,99, o equivalente a R$ 2 mil reais, a fruta premium é a nova variedade da fruta tropical no mercado dos Estados Unidos, depois de ter sido lançada em janeiro na China.

A Del Monte, um atacadista especializado em abacaxi, levou uma década e meia para desenvolver a fruta de cor vermelha. Recentemente, Del Monte decidiu ver como a fruta se sairia nos EUA e colocou a Melissa’s Produce, uma vendedora de frutas e vegetais especiais com sede na Califórnia a vendê-la por um preço surpreendente.

A raridade e o processo de cultivo detalhado contribuem para o alto custo do Rubyglow. No site da Melissa’s Produce, a fruta é apresentada como uma “joia rara”. Desde o cuidado na seleção das sementes até o rigoroso controle de qualidade, cada etapa reforça o valor deste produto no nicho de mercado de frutas de luxo.

Apesar de seu preço, a fruta desperta curiosidade e desejo, uma vez que oferece não apenas sabor, mas também uma experiência visual e sensorial inigualável.

“Os consumidores estão dispostos a pagar por algo que é especial”, disse Cindy van Rijswick, estrategista de produtos frescos da equipe de pesquisa global do Rabobank, segundo a CNN. Quando se trata de produtos especiais, “há sempre um pequeno mercado para restaurantes sofisticados, ou gourmets, ou certos canais online”, disse ela.

O que torna o abacaxi Rubyglow único?

Cultivado na Costa Rica após um período de desenvolvimento de 15 anos, o abacaxi Rubyglow é uma planta patente registrada nos EUA. Del Monte o descreve como um cruzamento do abacaxi tradicional. A fruta híbrida leva dois anos para crescer e sua oferta limitada de sementes é a razão da escassez de abacaxi no mercado global.

Del Monte afirma que todos os abacaxis Rubyglow seguem práticas sustentáveis ​​de plantio, colheita e transporte.

Mais recente Próxima Empreendedora cria floricultura no centro de SP com foco em ir além das plantas tradicionais

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!