Portal BEI

Franquia mineira Mr. Black Café cresce 20% ao ano e deve encerrar 2024 com 40 unidades

Fonte: Redação

De norte a sul, o café é uma das maiores paixões do brasileiro. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), 98% dos brasileiros consomem o grão, seja dentro ou fora de casa. Sendo assim, não é por acaso que a rede mineira Mr. Black Café vem fazendo tanto sucesso: com crescimento médio anual girando em torno de 20%, a estimativa é que chegue a 40 unidades até o final deste ano.

Nascida em Belo Horizonte (MG), a franquia é voltada para o público premium e se destaca por proporcionar uma experiência gastronômica única, começando pelo tradicional café mineiro de alta qualidade. Segundo o fundador, Cristian Figueiredo, o projeto teve início em 2006, com uma cafeteria que começou a fazer sucesso por conta das receitas autênticas. “Além do café, oferecíamos aos clientes o pão de queijo típico mineiro, doces e tortas”, revela ele.

Embora nunca tivesse trabalhado com alimentação, Figueiredo apreciava cafés e percebeu que muitos negócios neste ramo abriam e fechavam na cidade, enquanto o seu fazia muito sucesso. “Via que os cafés oferecidos eram de baixa qualidade. Comecei a estudar sobre o assunto e busquei modelos de outras marcas internacionais”.

Conforme o empresário explica, o café servido na Mr. Black Café é oriundo de três regiões produtoras de Minas Gerais: a primeira é o Cerrado Mineiro, que oferece um grão com sabor mais achocolatado e mais específico para ser tomado como expresso; a região das Matas de Minas, onde o café é mais frutado e se utiliza o V60 como método de preparo; e a Mantiqueira de Minas, que proporciona um café mais cítrico e suave. Além disso, a marca traz uma linha de cafés descafeinados que fazem bastante sucesso.

Figueiredo explica que os grãos utilizados na rede são produzidos em condições de clima, tempo e altitude ideais, utilizando técnicas de colheita e priorizando a qualidade. “Eles representam menos de 5% da produção de cafés”, revela.

“Em 2008, tive oportunidade de abrir a segunda unidade da loja e não pensei duas vezes”, conta o empreendedor, lembrando que os sabores da culinária de Minas Gerais sempre chamaram a atenção e foram muito bem vistos em outras regiões do país. Pensando nisso e diante do crescimento que vinha experimentando, em 2013, ele decidiu procurar o apoio de uma consultoria especializada para fazer do seu pequeno negócio uma franquia.

Assim, a Mr. Black Café começou a crescer e, em 2017, já somava nove lojas. Para ele, a rede sempre foi muito mais que alimentação. “O cliente deseja uma experiência, um momento em que ele vai fazer lanche completo e harmonizar com um café de alta qualidade. O ambiente também faz toda a diferença”, destaca ele. No amplo cardápio da franquia, o cliente pode escolher doces mineiros e também delícias da culinária internacional conhecidas, como a torta red velvet e a cheesecake típica americana, cuja receita é assada.

Em 2017 também a franquia desenvolveu sua própria indústria de alimentos, que prepara totalmente sua linha de doces e salgados. Com isso, a Mr. Black Café cresceu significativamente, atingindo 34 lojas distribuídas pelos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

O plano de expansão da rede prevê foco nos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, mas de acordo com o fundador, a empresa está atenta a oportunidades em todo o Brasil. A expectativa é que em 2025 a rede atinja 52 lojas. “Temos hoje 10 anos de franchising e sempre crescemos de forma planejada e comedida”, comemora Figueiredo.

O empreendedor afirma que para se tornar um franqueado da Mr. Black Café, o investimento inicial é de R$ 280 mil. A rede oferece suporte ao franqueado na implantação e desenvolvimento da loja, auxílio na captação, no mix de produtos, nos treinamentos do pessoal e também na utilização dos sistemas de gestão de controle.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!