Portal BEI

“Voltar para casa é correr risco“, diz vice-governador do RS à CNN | CNN Brasil

Fonte: Felipe de Souza

O vice-governador do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza (MDB), disse à CNN que os moradores de áreas atingidas no estado correm risco caso tentem voltar para suas residências.

“As pessoas não podem voltar para suas casas ainda, infelizmente. Sabemos do desconforto que é viver em abrigos ou casas de terceiros, mas voltar para casa é correr risco”, comentou Souza neste domingo (12).

Segundo o vice-governador, é difícil saber quando as famílias atingidas pelas enchentes poderão voltar para a casa. O cenário ainda é muito delicado em muitos municípios, especialmente com as chuvas que atingem a Serra Gaúcha desde o final da semana.

Mais de 2,1 milhões de pessoas já foram diretamente afetadas pelas enchentes, e cerca de 535 mil estão desalojadas. Mesmo em locais onde a água já baixou, a orientação do governo do estado, via Defesa Civil, é que ainda ninguém volte.

Enquanto número de pessoas desalojadas ou desabrigadas continua a subir, também é grande a quantidade de famílias que se recusam a deixar as casas, especialmente por medo de saques ou outros crimes.

Souza reconhece que “é difícil deixar uma vida inteira para trás”, mas afirma que, com as chuvas dos últimos dias, novos locais podem ser alagados — até mesmo aqueles que nunca enfrentaram uma situação do tipo antes.

“Nossa orientação é que saiam das casas assim que possível. Assim que vier um resgate oferecer ajuda, aceitem. A situação é tão dramática que não sabemos até onde pode ir. Não desafie as águas”, disse.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!