Portal BEI

Esposa do ex-ministro Abraham Weintraub é demitida da Unifesp | CNN Brasil

Fonte: dudacambraia

A esposa do ex-ministro da educação Abraham Weintraub, Daniela Weintraub, foi demitida da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) por faltas injustificadas e abandono de cargo.

A decisão, assinada pela reitora da Unifesp, Raiane Patrícia Severino Assumpção, foi publicada nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União.

Daniela era professora adjunta e tinha que cumprir 40 horas semanais. O processo administrativo apontou violação dos incisos II e III do artigo 132 e dos artigos 138 e 139 da Lei nº 8.112/1990, que tratam de abandono de cargo por mais de 30 dias consecutivos e faltas injustificadas por mais de 60 dias em um ano.

A demissão ocorre quase três meses após a Controladoria-Geral da União (CGU) determinar que o ex-ministro fosse demitido da universidade pelos mesmos motivos.

Ambos estavam com os investimentos suspensos desde agosto de 2023.

Procurado pela CNN, o ex-ministro reforçou que ele e a esposa estavam de licença remunerada, e que não autorizaram o depósito dos salários.

“Caso igual ao meu. Licença não remunerada, conforme a lei federal. Não autorizamos o depósito do salário, que está sendo devolvido por nós judicialmente”, afirmou Weintraub. E justificou: “Não concordamos com a grade de aula”.

Abraham Weintraub foi ministro da Educação do ex-presidente Jair Bolsonaro entre 2019 e 2020, pedindo exoneração após viajar aos Estados Unidos.

Em 2022, sugeriu uma candidatura ao governo de São Paulo, mas não foi apoiado pelo ex-presidente. Ele concorreu ao cargo de deputado federal pelo PMB, porém, não foi eleito.

*Com informações de Victor Aguiar

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!