Portal BEI

CPI das Apostas Esportivas ouve presidentes do São Paulo e do STJD

Fonte: Redação

O presidente do São Paulo Futebol Clube, Julio Casares, será ouvido na CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas em reunião agendada para quarta-feira (22), às 11h. Ele deve responder aos senadores sobre denúncia de venda de resultados de jogos de futebol. Também o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD), José Perdiz de Jesus, e o procurador-geral do STJD, Ronaldo Botelho Piacente, deverão responder ao colegiado sobre as medidas tomadas contra a manipulação de resultados.

A oitiva de Julio Casares como testemunha atende a requerimento do presidente da CPI, senador Jorge Kajuru (PSB-GO). Na justificativa do requerimento, Kajuru argumenta que “a integridade do esporte e a confiança dos torcedores podem estar comprometidas e cita denúncias feitas pelo empresário John Textor, sócio majoritário do Botafogo. Textor alega ter “provas de corrupção e manipulação de resultados envolvendo árbitros e jogadores de renome”, incluindo gravações que indicariam a venda de resultados por jogadores do São Paulo.

O senador Romário (PL-RJ), relator da CPI, é o autor dos requerimentos de oitiva de José Perdiz de Jesus e Ronaldo Botelho Piacente. O objetivo é obter esclarecimentos sobre a atuação do STJD em resposta a irregularidades no futebol e denúncias de esquemas de fraudes. A relação do tribunal com os órgãos públicos para apuração de condutas suspeitas também deve ser alvo dos questionamentos da CPI.

Árbitros de VAR

A CPI votará requerimentos do senador Carlos Portinho (PL-RJ) para convite aos árbitros de VAR (video assistant referee, ou árbitro assistente de vídeo) Diego Pombo Lopez (REQ 50/2024 — CPIAE) e Frederico Soares Vilarinho (REQ 51/2024 — CPIAE). Os dois árbitros atuaram na partida entre Botafogo e Palmeiras, em 1º de novembro de 2023, e a divulgação de áudios de conversas gerou grande repercussão sobre a conduta da equipe de arbitragem em lances polêmicos.

Portinho, na justificativa de seus requerimentos, diz ser fundamental que a CPI convoque todos os membros da comissão de arbitragem que estavam presentes nessa partida, “a fim de prestar esclarecimentos sobre os critérios adotados durante o jogo e as circunstâncias que envolveram as decisões controversas.”

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!