Portal BEI

Aposentadoria por Idade 2024: Como funciona o cálculo?

Fonte: BMCNEWS

Atualmente, a aposentadoria é um tema que tem sido abordado com muita frequência, principalmente após a mais recente reforma da previdência. Porém, ao ter uma educação financeira adequada, tanto individual quanto familiar, a aposentadoria poderia não ser tão preocupante. Afinal, imagine se pudesse se aposentar antes do esperado? Hoje, mais do que nunca, é importantíssimo que os jovens economicamente ativos tenham um plano a partir do primeiro salário, pensando em qual modalidade de aposentadoria futura melhor se adequa.

Para entender todas as nuances associadas a aposentadoria, é essencial desvendar quem tem direito a aposentadoria por idade, os valores correspondentes e quando é possível dar entrada para este benefício. Sabia que a aposentadoria por idade é um dos benefícios disponíveis para aqueles que contribuíram para a Previdência Social através do INSS? Mas, há uma série de requisitos a serem cumpridos para solicitar este benefício.

Quem tem direito a aposentadoria por idade?

Aposentadoria por Idade 2024: Saiba o que é preciso!

A aposentadoria por idade é geralmente solicitada quando o contribuinte não alcançou os anos de contribuição necessários para se aposentar mais cedo. No Brasil, a idade mínima para se aposentar por idade é de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. No entanto, diversas situações ainda são consideradas para que o benefício seja aprovado pelo INSS. Vejamos quais são os principais fatores requeridos para solicitar o benefício:

  • Idade mínima: 65 anos para homens, 62 para mulheres.
  • Trabalhadores rurais: possuem idade mínima reduzida em 7 anos para mulheres e 5 anos para homens.
  • Contribuição mínima: são necessários pelo menos 15 anos de contribuição.

O cálculo da aposentadoria depende da contribuição mensal realizada à previdência durante os anos que precedem o pedido. Seguindo a nova regra de aposentadoria por idade, é calculado 60% do salário médio de todas as contribuições realizadas até o momento da solicitação. Deste valor, são acrescidos 2% por cada ano de contribuição acima de 20 anos, no caso dos homens, e 15 anos, no caso das mulheres. Para exemplificar, se um contribuinte do INSS possuir média de contribuições de R$ 6.000,00, o cálculo de 60% desta média resultaria num benefício de R$ 3.600,00.

Na mesma situação, um homem permaneceria com apenas 60% da sua média de contribuições, terminando com uma renda mensal inicial de R$ 1.800,00, uma vez que não teria nenhum ano além dos 20 anos de contribuição. A aposentadoria é uma questão de planejamento e estratégia. Com a informação certa e as escolhas corretas, podemos todos aspirar a um retiro confortável e seguro.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Telegram
+ Relacionadas
Últimas

Newsletter

Fique por dentro das últimas notícias do mundo dos negócios!