Floresta no Suriname revela paraíso perdido

Especialistas debatem consequências da legalização do uso de maconha
21 de março de 2014
Alimentação saudável durante o Outono
21 de março de 2014
A rã cacau, na bacia superior do rio Palumeu

A rã cacau, na bacia superior do rio Palumeu

Um paraíso perdido e intocado da natureza do nosso planeta foi descoberto por uma equipe de pesquisadores, de acordo com anúncio da organização ambientalista Conservação Internacional. A descoberta ocorreu em uma parte de difícil acesso de uma floresta no sudeste do Suriname. Nesta região, estima-se que existem ao menos 60 espécies desconhecidas da ciência de insetos, peixes, rãs e até uma cobra.

A primeira descoberta aconteceu em 2012, quando foi observada a rã cacau, na bacia superior do rio Palumeu. Este animal vive nas árvores, possui cor de chocolate e usa seus membros arrendondados para escalar. O achado e a catalogação desta rã representam importantes passos para sua conservação, já que nos últimos 30 anos ocorreu a extinção de algumas espécies deste animal.
Depois disso, o grupo de 16 pesquisadores envolvidos no trabalho no Suriname adentrou zonas  remotas da floresta do país sul-americano. Na medida em que exploravam a selva, eles encontraram variadas espécies desconhecidas, como o escaravelho liliputiano, de 2,3 milímetros (um dos menores do continente), dotado de um olfato extraordinário.
Segundo os representantes da Conservação Internacional, esta impressionante série de achados da biodiversidade do nosso planeta desperta atenção para o trabalho de conservação da

escaravelho liliputiano, de 2,3 milímetros (um dos menores do continente)

escaravelho liliputiano, de 2,3 milímetros (um dos menores do continente)

natureza no Suriname, um país que nem sempre está em destaque no cenário mundial, mas que conta com uma vasta quantidade e variedade de ecossistemas naturais.

Vale destacar que o Suriname possui 95% do seu território ocupado por selva e que também poderá exercer um importante papel no que diz respeito ao abastecimento de água em escala mundial, já 25% de sua superfície são de florestas pluviais tropicais.
Veja abaixo o vídeo do Blog da Conservação Internacional, gravado dentro das florestas do Suriname:

 

 

[youtube height=”480″ width=”640″]https://www.youtube.com/watch?v=rJ23q3M1GII[/youtube]

Foto: Trond Larsen